terça-feira, 3 de março de 2015

Netanyahu discursa no Congresso e entrega as Framboesas de Ouro aos piores do ano

A cerimónia de entrega dos Oscars já foi há mais de uma semana, mas hoje teve lugar uma cerimónia de entrega das Framboesas de Ouro ad hoc, que premeiam os piores do ano.

A cerimónia teve lugar esta tarde, no Congresso dos EUA, com o discurso do PM israelita, Benjamin Netanyahu, que procedeu à entrega dos prémios da seguinte maneira:
- Pior actor: Bibi Netanyahu, pelo seu papel no filme «Obediência (Compliance)», onde protagonizou um indivíduo psicótico que consegue pôr toda a gente a obedecer-lhe cegamente acreditando que está a contribuir para um bem maior.
- Pior filme: «Exterminador Implacável 4: chacina na Palestina».
- Pior argumento: «O Império Nuclear Contra-Ataca», ou a história de um país xiita que queria desenvolver armamento nuclear para atacar Israel.
- Pior actor secundário: os EUA, pelo seu desempenho em «Aconteceu no Oeste», um filme onde se destacam drones para assassinar pessoas no Médio Oriente.
- Pior banda sonora: a cantiga Iran’s regime poses a great threat not only to Israel but also to the peace of the entire world, da autoria de Bibi Netanyahu.
- Pior realizador: Bibi Netanyahu pelo filme «Amigos Improváveis», um filme verídico onde Israel ajuda o Estado Islâmico a atacar as Forças Armadas sírias só para ajudar a derrubar uma liderança xiita.

E foi tudo. Brevemente teremos mais.

Sem comentários: