sábado, 21 de setembro de 2013

Autárquicas'2013: candidatura independente à Costa da Caparica



As cores utilizadas (azul e branco) transmitem paz e serenidade. Todos vestem cores claras, predominando também o branco. O cabeça-de-lista parece uma versão moderna de Jesus Cristo, com camisa branca da Zara e um relógio DKNY. As senhoras, também elas serenas, vestem-se e apresentam-se como anjos, que agarram no candidato como que protegendo-o - a menos que sejam meras groupies que não largam o ídolo. Falta apenas uma pomba de fundo, mas não há problema porque temos um coração.

Em suma, quem olha para outdoor infra - que ainda só o vi em versão mini e afixado em postes de iluminação - parece estar perante propaganda de uma seita que promete o Paraíso em troca de... votos. Afinal, trata-se da candidatura de uma lista independentes à Junta de Freguesia da Costa da Caparica, ou simplesmente «Costa» para os amigos, entre os quais os candidatos pelo Movimento de Cidadania pela Costa: Eu Amo a Costa.

Saúda-se a entrada na corrida de uma lista independente, que tem sede de campanha no centro da cidade e uma página de Facebook com um número de seguidores invejável (927). O mais curioso é que, ao contrário de outros, é muito provável que a maioria deles sejam eleitores almadenses. No fundo, parece uma candidatura genuína e pouco maquilhada. Além da iniciativa de concorrer a uma disputadíssima Junta, elogiamos, desde logo, a afixação de cartazes nas ruas da Costa da Caparica. Atrevemo-nos a criticar as faixas muito toscas colocadas na via pedonal que atravessa o IC20 junto ao Funchalinho - só se dá conta daquilo se se abrandar e fizer um esforço para ler. O mais acertado seriam duas lonas, mas compreendemos as limitações orçamentais.

Simultaneamente, sublinhe-se a presença de pessoas da terra na lista dos candidatos e muitos dos quais com ligação a importantes sectores no concelho: temos médicos, organizadores de eventos e pessoas ligadas ao desporto. Ademais, estão extremamente activos e em campanha, registando e difundido as iniciativas na página de Facebook. A comitiva é habitualmente composta por um número muito interessante de pessoas. E, brincadeiras nossas iniciais à parte, nota-se que têm noção da imagem que pretendem transmitir. Todas as fotografias foram preparadas e os cartazes foram pensados e concebidos por quem tem um mínimo de noção do que está a fazer. A propaganda é verdadeiramente interessante.

Finalmente, como não poderia deixar de ser, têm um programa e apresentam propostas - coisa rara nas listas candidatas ao concelho. Defendem a conclusão do Projecto Polis, o alargamento da rede pública do pré-escolar, o ensino secundário na Costa da Caparica, cursos de formação para séniores, uma biblioteca itinerante, actividades culturais e recreativas, um plano específico dirigido a jovens e idosos, propostas para o turismo, entre outros.

No fundo, denota-se o esforço em apresentar uma candidatura séria à Junta de Freguesia da Costa. Este é um movimento que merece a atenção de todos. Uma alternativa a quem pretende fugir aos Partidos e uma desculpa para deixar de votar em branco ou se abster.

Sem comentários: