quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O outdoor do PCTP/MRPP em Almada (Domingos Bulhão)


Este é o cartaz que, depois de ter sido publicado na página de Facebook do Partido, foi muito recentemente afixado no espaço que o PCTP/MRPP tem em Almada, mais concretamente na rotunda do Centro Sul, e que dá a conhecer aos munícipes o candidato à Câmara Municipal de Almada do Partido, Domingos Bulhão.

Pontos fortes:
  • A localização do cartaz. Na rotunda do Centro Sul, o melhor ponto de publicação de anúncios/propaganda é o espaço onde está o outdoor do MRPP. Começa a ver-se logo ao longe e até o do PS, que está do lado esquerdo, fica coberto pela «obra-de-arte» no centro da rotunda.
  • É um cartaz completamente original - não há nenhum que siga este conceito de imagem de fundo com um contorno exterior - e fiel à identidade do Partido. Desde logo o estilo - a recordar a propaganda de outros tempos em que a propaganda se fazia desta maneira com muito sucesso - como a cor predominante (o vermelho) e até a imagem a dar destaque à Lisnave - afinal, os trabalhadores são o nicho de mercado definido pelo MRPP e será difícil representar melhor os trabalhadores em Almada do que remeter para os tempos áureos da indústria naval no concelho e um dos grandes símbolos do município.
  • O lema «dar voz aos almadenses» acaba por ser bem conjugado com a imagem escolhida para representar Almada, transmitindo a mensagem que o candidato do PCTP/MRPP pretende dar voz a uma Almada que parece esquecida e abandonada.
  • A imagem do candidato, que ocupa um espaço assinalável no cartaz: fato e gravata de cores simples como que querendo transmitir um profissionalismo qualificado, afastando o estereótipo do operário de fato macaco ou blusa aberta no qual as muitos ainda olham com desdém.
  • O bigode farto também ajuda a olhar para o candidato como sendo um homem do povo e não o típico tecnocrata cinzentão mandatado pelos partidos para cumprir os seus interesses.
  • O nome bem destacado do candidato, assinalando-se o facto de o apelido poder remeter um homem da terra, Bulhão Pato.


Pontos fracos:
  • A ausência do cargo a que se candidata Domingos Bulhão. Depreende-se que seja à Câmara Municipal, mas não se tem a certeza disso. E o facto de se ler «eleições autárquicas 2013» não é suficiente para se chegar a essa conclusão.
  • Considerando-se que é provável que o PCTP/MRPP mantenha este outdoor até às eleições, lamenta-se a ausência de uma proposta eleitoral que seja para a cidade. Só o lema e o nome do candidato não são suficientes.
  • A ausência de outro meio de contacto directo com a candidatura além da página geral do Partido - e sabe-se que o MRPP Almada tem página de Facebook.
  • A confusão passível de ser gerada com o logótipo do Partido, que está já numa dimensão considerável, mas talvez fosse boa ideia estar ainda maior para se poderem ler bem as siglas do Partido, uma vez que a foice e o martelo poderão voltar a induzir em erro eleitores com pretensões de votar PCTP/MRPP ou de votar na CDU - e daí que o facto de se ver melhor a foice e o martelo talvez seja uma vantagem para o MRPP.
  • O facto de o cartaz ser fiel à identidade do Partido constitui um factor positivo para quem se identificar com este estilo, mas acaba por ser um estilo ultrapassado e que permite dar razão aos estereótipos que associam o Partido a um passado revolucionário já bastante distante da realidade. Almada já não tem uma população tão envelhecida como tinha noutros tempos e, com este estilo, torna-se difícil cativar as gerações abaixo dos 40 anos de idade.
  • Não apresenta mais nenhum candidato a nenhum órgão, o que poderia ser vantajoso para a candidatura se surgisse, por exemplo, alguém mais jovem e, eventualmente, do sexo feminino.

Sem comentários: