quarta-feira, 10 de abril de 2013

Bashar al-Assad e a Al-Qaeda

Já o tinha dito por mais de uma vez em alguns fóruns, incluindo em Dezembro de 2012, na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa: a União Europeia e os EUA estão a apoiar grupos rebeldes sírios, alguns dos quais com ligações à Al-Qaeda.

Com efeito, mantêm cooperação técnico-militar aos rebeldes que combatem contra Bashar al-Assad. É preciso derrubar o regime sírio, dizem.




Continuem a apoiar os rebeldes sírios. Bashar al-Assad não é o melhor exemplo de democracia, mas recordo que lidera um país com um índice de desenvolvimento humano invejável, se analisado globalmente. É um ditador, sim, mas será mesmo um imperativo derrubá-lo?

Sem comentários: