sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Estado Previdência com bolinha no canto superior direito

O FMI produziu um relatório onde diz, entre outras coisas, que os estudantes são beneficiados pelo Estado, que deve ser extinto o abono de família para o terceiro escalão de rendimentos e ainda que os desempregados são privilegiados.

São 76 páginas de delírio. Mas no meio de tanta sugestão e tanta análise realista sobre o nosso Estado o FMI nada diz sobre as reformas pornográficas dos que exercem cargos políticos. Hoje surgiu mais um exemplo disso: 47 anos e capaz para o trabalho. Porém, reformada e com cerca de €1.800,00 todos os meses.

E assim se esfuma, de vez, a credibilidade de um trabalho doutrinário que tanto trabalho deu a preparar.

Sem comentários: