terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Petição para atribuição da Medalha de Ouro da Cidade de Almada a SAS Infanta Dona Maria Adelaide de Bragança

SAS Infanta Dona Maria Adelaide Manuela Amélia Micaela Rafaela de Bragança van Uden, 100 anos, neta directa do rei D. Miguel, morreu, no passado dia 24 de Fevereiro de 2012, na Costa de Caparica, concelho de Almada. 

A sua vida foi sempre caracterizada pelo heroísmo e pelo altruísmo, através da resistência e da ajuda ao próximo. Integrou a resistência austríaca às tropas nazis e correu mesmo o risco de ser fuzilada pelas tropas de Hitler, tendo sido salva in extremis por António de Oliveira Salazar e, posteriormente, libertada, passando a viver em Portugal, mais propriamente para a Quinta do Carmo, em Murfacém (Almada). 

Além deste acto, Maria Adelaide de Bragança dedicou grande parte da sua vida à assistência social em prol das populações desfavorecidas na Margem Sul do Tejo, o que foi feito no âmbito da Fundação D. Nuno Álvares Pereira, com sede no Porto Brandão (Caparica), onde ajudou e acompanhou centenas de crianças e famílias. Segundo Raquel Ochoa, autora de uma biografia da Infanta, esta «desenvolveu um trabalho intenso, recolhendo crianças recém-nascidas ou mães prestes a dar à luz». 

No passado dia 31 de Janeiro de 2012, quando completou 100 anos de vida, foi condecorada, pelo sr. Presidente da República, com a Ordem de Mérito Civil, pelos feitos alcançados em vida. 

Neste quadro, considerando a vida de SAS Infanta Maria Adelaide de Bragança van Uden, o facto de se ter notabilizado pelo desempenho das suas funções, com mérito publicamente reconhecido pelos contributos dados no campo da acção política e social e a sua profunda ligação ao concelho de Almada, solicita-se que assinem e divulguem a petição infra, independentemente da zona do país em que se encontrem, com o objectivo de apelar à Câmara Municipal de Almada que atribua a Medalha de Ouro da Cidade de Almada à Infanta Maria Adelaide de Bragança van Uden.

Sem comentários: